sexta-feira, 3 de junho de 2016

Quem deve decidir é o povo


Temer só queria o poder. Não só não fez nenhuma ação para acabar com a corrupção, como trouxe para seu governo vários corruptos. Acabou com a CGU, colocou gente desqualificada e pró=privatização do sistema de saúde e educação nos respectivos ministérios. Aumentou o salário do Judiciário mostrando-se covarde e incapaz de enfrentar privilégios. Coloca privativistas em empresas públicas e torna o Brasil quase que uma colônia americana, destruindo uma política externa soberana, que nem os tempos da ditadura almejaram tanto.
O parlamento a seu serviço com os picaretas que conhecemos da votação do processo de impeachment continuam mostrando seu total desprezo pela democracia.
Se Dilma era incompetente, Temer é incompetente, covarde para enfrentar privilégios e entreguista.
Seu apoio popular vem despencando quanto mais se conhece o seu caráter, sua incompetência e sua truculência, restando cada vez mais ao seu lado fascistas e democratas desavisados.
Muitos dos que o apoiaram no início, o fizeram muito mais por serem contra Dilma ou contra Dilma e o PT do que por alguma alegada qualidade do vice.
Entre a incompetente e o incompetente, resta-nos propor a consulta ao povo, por meio de plebiscito se quer isso que esta aí ou eleições diretas.
Já que falam tanto em democracia, que tal resolver essa questão no voto popular.
O também tem medo do voto?