domingo, 12 de outubro de 2014

Votar na Dillma? 

Votar na Dillma? 
Na prática, a política de Dilma pouco difere da do PSDB. Políticas compensatórias não significam governo de esquerda ou centro-esquerda. A Dilma, como também o Lula, não enfrentou o que é fundamental enfrentar: os 1% que mandam no Brasil. Quem paga imposto de renda é basicamente a classe média. Por que ela não reorganizou as aliquotas para fazer com que quem ganhe mais, pague mais? Por que não buscou taxar grandes fortunas? O PT nunca enfrentou/desafiou realmente os poderosos do país. Toda a crítica ao governo do PT era desqualificada por sua militância como coxinha, tucanalha, viesse de onde viesse. E agora quer apoio? Quando a Luciana Genro, no último debate do primeiro turno, questionou Dilma sobre o enfrentamento aos ricaços através de impostos progressivos, ela, Dilma, nem ao menos buscou responder qualquer coisa sobre o assunto. Falou o que quis e fugiu do tema. Desrespito à outra candidata e aos eleitores que queriam ver as respostas. Agora querem que se faça uma frente?