quinta-feira, 10 de julho de 2014

Domingo, sou Argentina

Torcerei para a Argentina no domingo. Não vou atrás da corrente que criou uma rivalidade artificial com o país vizinho. Não somos inimigos da Argentina. Isso é uma criação da mídia, errada, equivocada e idiota. Alimentada pela mídia, que transforma futebol em guerra, que chama adversários de inimigos, que sempre procura fabricar fantasmas, que não sabe ou não quer distinguir esporte de guerra, banalizando esse conceito, essa rivalidade artificial induz pessoas a atos de agressão e vandalismo. Tô fora disso!

Quero ver uma seleção sul americana ganhar o título na América do Sul, não uma seleção europeia. Além disso, a Alemanha tem 3 títulos, se ganhar fica com quatro. A Argentina tem dois, se ganhar, irá para três. Quero continuar vendo o Brasil bem na frente dos outros e torcer para que o futebol brasileiro se reestruture, se renove e volte a ser o futebol que um dia foi admirado no mundo. Que venham os germânicos. Vai Argentina!