sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Reforma do Estado e FFAA

O que o país precisa é uma reforma profunda no Estado, a começar pela extinção do Senado e transformar a República Federativa em República Unitária Parlamentar. O Império foi unitário e parlamentar e só teve uma constituição. A República presidencialista teve inúmeras crises e continua em crise. Não são as FFAA que farão essas mudanças, mas um amplo movimento apartidário. Não se trata de colocar gente honesta contra desonestos, até porque há muitos que se dizem honestos e não o são. O ano de 2012 mostrou isso. Trata-se de ter um Estado simplificado, menos gastador e com sistemas efetivos de prevenção à corrupção. Prevenir antes que aconteça. E um Estado que tenha prioridades claras e de conhecimento de todos. Dar dinheiro para estádios de futebol, o que o governo federal e vários governos estaduais e municipais fizeram não creio que conste entre as prioridades do Brasil.

Pedro Guilherme