sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Manifesto dos intelectuais

Manifesto dos intelectuais lançado no Rio de Janeiro

Mauro Santayana
Dezenas de intelectuais brasileiros se reuniram ontem, no Palácio da Cultura, no Rio, para o lançamento de um manifesto em defesa do Brasil e da paz mundial, e a criação de um instituto que atue na difusão dessa idéia. Uma comissão, formada por Luis Pinguelli Rosa, Márcio Pochman, Luís Soares, Pedro Celestino, Renato Guimarães, Roberto Amaral, Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães e Ubirajara Brito, fez uma análise da situação internacional e da atualidade política interna do Brasil, concluindo que há uma ofensiva antidemocrática no mundo inteiro, diante da crise vivida pelo sistema capitalista.
Como no passado, essa crise pode conduzir a novos e extensos conflitos mundiais, e é preciso mobilizar os cidadãos na defesa das liberdades democráticas e da paz.
A idéia desse manifesto e do Instituto foi de Oscar Niemeyer, que deveria – se não fosse a enfermidade que o levou à morte – estar presente no encontro de ontem. Por isso mesmo, os que se reuniram no Rio decidiram que o nome do arquiteto e humanista estará associado à instituição a ser fundada nas próximas semanas.