terça-feira, 27 de novembro de 2012

AGÊNCIAS REGULADORAS, FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS E EMPRESAS PRIVADAS.


 Mais um escândalo sacudiu o Planalto. Funcionários de agências reguladoras, a chefe do escritório da Presidência em São Paulo e alguns outros formaram uma rede para fraudar relatórios e beneficiar empresas privadas, ganhando para isso. A Polícia Federal prendeu muita gente, a presidente Dilma agiu rápido de demitiu todos que pode demitir. E as empresas privadas beneficiadas? Quais foram? Como se beneficiaram? É preciso dar seus nomes também. Por que empresas privadas sempre acabam se safando? É preciso que a população saiba de tudo e que todos sejam punidos exemplarmente.
As agências reguladoras, por sua vez, mostram cada vez mais que não regulam nada em beneficio do Estado e da população, que deveria ser sua obrigação. Estão muito mais a serviço das empresas que deveriam fiscalizar. Surgidas no governo Fernando Henrique, serviram de desculpa para as privatizações de empresas. "Vamos privatizar, mas vamos fiscalizar." Deu no que deu. Devem ser fechadas e suas funções reabsorvidas diretamente pelo Estado.