sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Um guerreiro do Império

Soldado americano diz ter matado 255 pessoas no Iraque e não se arrepende. Esse é um dos muitos sub-produtos da insensatez de guerras que gastam bilhões de dólares, destroem milhões de vidas, casas, empresas, mas alimenta uma poderosa e sempre crescente indústria que vai muito bem, apesar da crise: a dos senhores das armas.