quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Uma passagem para lugar nenhum


Jovens que cursam o ensino médio e não conseguem terminá-lo não acumulam nada em termos de busca de alguma profissão. Muitas vezes, inclusive, vão para a escola, assistem a determinadas matérias sem noção alguma do que elas servem para sua vida. Como poderão se interessar? Apenas pelo diploma? E quando não o conseguem? Terão desperdiçado todo o tempo? E a frustração?


A evasão escolar é grande, principalmente porque muitos não conseguem relacionar o que é ensinado com a utilidade para sua vida. E a escola que deveria ser visto como um ganho, uma oportunidade, passa a ser um fardo. Há um enorme dispêndio de energia, de tempo, de dinheiro por parte dos alunos e do Estado (sociedade banca pelos impostos) para não produzir quase nada.


Será que não seria melhor buscar outro caminho para os  jovens, a partir do interesse deles e não a partir da imposição de curriculum por parte do Estado? Afinal, qualquer pessoa se interessa mais por aquilo que vê sentido para sua vida.